A Suspensão da Descrença e a Realidade Consistente

É lendária a estréia de “2001 – Uma Odisséia no Espaço”, de Stanley Kubrick, em Los Angeles, no dia 4 de abril de 1968. Rock Hudson, galã hollywoodiano dos anos 50/60, se levantou indignado da poltrona, gritando: “Alguém poderia me dizer que diabos isso significa?”. Nem sempre o que nós vemos nos parece crível e este talvez seja o primeiro desafio de um storyteller – seja ele um roteirista ou um diretor de cinema.

Em filosofia da arte, sempre se questionou qual mecanismo cognitivo faz alguém   “esquecer” os fundamentos de seu “realismo/ crença” pessoal para “entrar” na “realidade alternativa” de um filme, livro ou game e se divertir com a história. Claro, sem julgá-la constantemente como irreal, inverossímil, impossível ou ridícula (e que certamente deixaria a experiência muito dolorosa).

Chamou-se isso de “suspensão da descrença”. Você finge que acredita naquilo que vê e se diverte como se fosse Verdade – pelo menos pelo tempo da forma artística. “Me engana que eu gosto”. 

A raiz desta “suspensão voluntária da descrença” estaria na infância e na habilidade que a criança tem de criar um espaço imaginário próprio de diversão. Mas a validade deste apelo na idade adulta estaria na capacidade racional que o ser humano tem de se justificar – com a obra e consigo mesmo. Daí a idéia de Tolkien, autor da trilogia “O Senhor dos Anéis”, de “realidade consistente”, isto é, para uma narrativa funcionar, o storyteller precisa manipular a percepção da platéia de maneira que as regras da estória pareçam críveis, reais e justificáveis a tal ponto que a pessoa se permita se iludir.

Em outras palavras, ele precisa manipular para convencer. E esta manipulação, antes de ser uma manipulação intelectual (como é também a manipulação dos cientistas na maneira como encaramos a história e os fatos da vida), é primeiro uma manipulação emocional.

Agora, quais os meios que existem para manipular as emoções e a razão? Só fazendo um curso de Storytelling para saber…

Tenha a experiência completa do cinema. Entra em contato: 51 – 33436866 ou curso@inmovimento.com.br

Segue a gente e participe de nossas promoções e sorteios!

    

Esse post foi publicado em Storytelling e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s